Arraiolos: a vila dos tapetes, do castelo circular e muito mais...

 

Castelo de Arraiolos

Arraiolos é uma localidade do distrito de Évora e uma das mais peculiares do Alentejo.

Arraiolos – a História

A história de Arraiolos é longa e rica, já que vários foram os povos que por cá passaram e deixaram as suas marcas. A região apresenta vestígios da presença humana desde tempos remotos, presumivelmente desde o Neolítico, ou até mesmo do Calcolítico. Crê-se que a região do concelho de Arraiolos já teria uma significativa ocupação humana desde o IV Milénio a.C.

D. Dinis atribuiu o primeiro foral régio a Arraiolos em 1290. Em 1305, o mesmo rei mandou edificar o castelo e tornou-o sua morada. A vila foi condado de D. Nuno Álvares Pereira, 2º Conde de Arraiolos, a partir de 1387, o qual aqui continuou durante grandes períodos da sua vida. Em 1511, D. Manuel atribuiu à vila novo foral.

As alterações ao território de Arraiolos foram muitas ao longo dos anos. A partir de 1736 ficaram definidos os seus limites administrativos; no entremeio, sofreu várias alterações. A inclusão no distrito de Évora aconteceu em 1385.

Como qualquer outra vila portuguesa, e em particular vilas alentejanas, Arraiolos tem muitos e variados locais e monumentos de interesse turístico. Todos estes locais e monumentos da povoação e do concelho fazem parte de um requintado roteiro por terras alentejanas, todos eles constituem importantes legados patrimoniais.

  • Castelo de Arraiolos

  • Pousada de Nossa Senhora da Assunção

  • Igreja Matriz de Arraiolos

  • Igreja da Misericórdia

  • Fonte rural Chafariz dos Almocreves

  • Pelourinho

  • O centro histórico de Arraiolos

  • Igreja Matriz do Vimeiro

  • Ermida de São João do Campo

  • Palácio da Sempre Noiva



Castelo de Arraiolos

Castelo de Arraiolos - CM

Monumento Nacional, compreende a muralha da antiga povoação e os Paços dos Alcaides

O castelo românico-gótico ergue-se no alto do "Monte de S. Pedro". Tem uma posição privilegiada sobre a vila, destacando-se claramente na paisagem alentejana.

A fortificação de arquitetura circular é exemplo raro desta forma de construção defensiva, que data do séc. XIV. Também conhecido como Paços dos Alcaides, é no interior do Castelo de Arraiolos que também pode encontrar a Igreja do Salvador


Vila de Arraiolos / Castelo de Arraiolos


Depois de se deslumbrar com a vista sobre o casario branco, desça até à praça do Município, ponto central da vila, onde fica o Pelourinho e o Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos. São estas peças, únicas no Mundo, que trazem, bordados à mão, traços da história e da identidade de um povo e de uma região.



Tapetes de Arraiolos


Os Tapetes de Arraiolos, têxteis bordados à mão, são de há séculos, imagem de marca a que a vila e o concelho são indissociáveis.

A sua origem em Arraiolos é uma história longa de séculos.

A referência escrita mais antiga feita a um tapete de Arraiolos encontra-se no Arquivo Municipal de Arraiolos e data de 1598. 

Sobre a origem e a história do Tapete de Arraiolos sabe-se que a vila de Arraiolos dispunha de todas as condições para o desenvolvimento deste artesanato. Situava-se numa região pecuária, em que a lã era uma produção destacada. Quase todos os inventários de lavradores incluem quantidades significativas deste produto em diversas fases de preparação. Por outro lado a vila contava com uma importante atividade têxtil. No lançamento da sisa de 1573, de 122 moradores do núcleo urbano com a profissão indicada, 31 (25%) tinham atividades ligadas a esse ramo: 18 tecelões, 7 cardadores, 2 pisoeiros, 2 tosadores, 1 tintureiro e 1 surrador. Os próprios inventários evidenciam a importância dessas atividades no conjunto da população. Ora, a execução de tapetes exigia quase todas essas profissões, quer na preparação da lã e sua coloração, quer ainda na produção da tela sobre a qual o bordado se executava.


Tapetes de Arraiolos - Foto CMA


Bordado à mão por gerações e gerações de bordadeiras que os fizeram chegar aos nossos dias, o “Tapete de Arraiolos” é um riquíssimo legado que importa preservar.

A Câmara Municipal de Arraiolos tem promovido diversas ações no sentido de melhor conhecer e defender o “Tapete de Arraiolos” enquanto elemento identidade cultural mas também com potencialidades para o desenvolvimento sócio-económico do concelho.



Acompanhe o Portal de Turismo